domingo, 20 de janeiro de 2013

O que fazer quando se deseja morrer!

Não ser mais a mesma pessoa de antes. Não ouvir o que as pessoas dizem. Não amar mais. Não querer mais. Não sentir mais. Nem menos querer morrer mais. Às vezes, as coisas apenas precisam sair de você. Mas o pior é simplesmente não poder dizer NÃO! E quando não não é uma opção? Quando tudo que você pode dizer é não e é a única que você não quer dizer? O que você faz quando amar você mesmo é menos importante do que amar alguém e você sabe que nada disso vai pra frente? Quando essa pessoa diz que te ama todos os dias, você sabe que é verdade mas, não é como você queria? E se sua vida agora é essa pessoa, e ela espalha por aí que a vida dela é você mas, as coisas são diferentes de uma pessoa pra outra?

Quando você sabe que ele vai estar sempre ao seu lado,mas nunca vai estar com você. Quando você o abraça mas ele não te abraça. Quando você o ama,mas ele não te ama. O que fazer?? Pra onde ir?? O que falar?? Com quem falar?? Quando uma simples atitude estraga tudo aquilo que você tanto queria, e você descobre que na verdade você nunca teve. A vida é feita de erros e acertos isso é fato,mas já parou pra se perguntar o que é certo diante de tantos erros?? As pessoas julgam sem saber,odeiam sem conhecer e não amam por não ter a capacidade de reconhecer que não sabem o que fazer nem como agira diante daquela situação! Ser humano a obra mais trabalhosa de Deus,porem a mais falha!


Só queria mesmo que algumas coisas mudassem. Só queria não estar aqui, a essa hora chorando por pessoas que, na verdade, não estão chorando por mim.  Na verdade, eu queria apenas, que o meu mundo fosse um pouco mais estável, porque viver numa corda bamba não é bom pra ninguém.


Pois é galerinha.. Uma discussão filosófica entre amigas às 05:40h. Porque as pessoas sofrem e decidem escrever. Todos temos problemas e como eu sempre digo, posto pra que vocês consigam entender o que estão passando, passaram ou ainda vão passar. E se não te ajudar a entender, vai ao menos te mostrar que outras pessoas sofrem as mesmas coisas.

Beijinhos

Liik

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Sapatos!

Pessoal, hoje eu vou fazer minha primeira postagem sobre moda. Não sou uma entendedora da coisa mas, gostaria de deixar alguma coisa pra vocês. Então, falaremos sobre uma paixão minha.. Sapatos.

Sabemos todos, que os Sneakers estão super na moda. Então, os Sneakers são apenas tênis, que um saltinho interno, o que o torna incrível. Vejam algumas fotos.




















Além dos Sneakers, tempos agora sapatos com saltos diferentes. Não sei bem o nome que se dá esse tipo de sapatos mas, sei que to adorando alguns e me assustando com outros.















Com certeza o do meio me assusta um pouco, os outros dois, eu amei. Porém, não tenho certeza sobre ter coragem de usar. Muito medo de cair.

Outra coisa que adoro são tachas e com certeza, eu adoro sapatos com tachas e spikes. Tipo, são coisas que quero ter e se puder, os levarei comigo pra sempre.







Eu com certeza usaria todos. 







Não para por aí, também adoro as super plataformas. Simplesmente adoro. Algumas delas, se parecem com anabelas, outras não. Eu, particularmente, adoro as fechadas, que se parecem com anckle boots. Os abertos são lindos e perfeitos pra festas em que você vai usar um vestido maravilhoso e quer que tudo combine e não que o sapato chame mais atenção. Os fechados, que eu amo muito, são perfeitos pra usar com calças justas, sejam jeans ou leggings e até shorts e saias.




Espero que tenham gostado do post, não sou expert em sapatos mas, os amo muito, então precisava postar aqui algumas coisas. Vou tentar postar mais coisas sobre moda. Espero que curtam.

Beijinhos
Liik!




Aventuras da Liik! #Nemtãoaventurasassim!kk'

Oi galera,
Hoje eu estou aqui pra contar para vocês algumas das minhas aventuras dessas férias.
Pois é, acontece que a blogueira aqui não tem muita coisa pra contar, porque sou uma pessoa que vive fechada em casa. Mas, vamos lá.
Meu ano novo foi o máximo, passei a noite toda no portão, com uns amigos. Foi muito bom, porque pela primeira vez não fiquei grudada na minha mãe o tempo todo e pude rir com pessoa que gosto além da minha família. Eu, minha irmã e minha prima fomos ver o bloco de ano novo que sai todo ano, lá perto de onde estávamos. No fim, nunca me diverti tanto.
Dia 1° foi dia de churrasco e piscina na casa de uma tia, a amiga dela estava fazendo aniversário e fomos todos prestigiar a moça. Muito divertido, porém com alguns probleminhas, nada que não pudêssemos resolver.
Algum tempo depois, um amigo veio passar o dia na minha casa. Acho que não rimos como poderíamos mas, rimos bastante.
E, esses dias, uma amiga veio aqui em casa, acabou dormindo aqui por causa da chuva, foi muito divertido, tiramos muitas fotos loucas, ficamos cantando na varanda, com minha irmã e uma prima. Coisas que só amigas fazem, também conversamos coisas sérias, e ficamos mandando mensagens pra pessoas a noite toda. Ficamos conversando no quarto ao invés de dormir, Essas coisas de criança que você volta a fazer quando seus amigos estão por perto, coisas que assim que eles vão embora você sente falta. Coisas que só vocês podem entender, que só vocês vão se lembrar quando forem velhos e ainda amigos.
Pois é galera, a verdade é que, era aqui que eu queria chegar, nos amigos e na importância deles, na importância de estar com eles, de fazer coisas que as outras pessoas julgam loucura, porque no final, apenas vocês vão se lembrar e vão poder dizer que, as coisas mais divertidas que fez foi com eles, com esses amigos, que as pessoas diziam que era louco e que você era louco quando estava com ele, vão perceber que não dá pra pensar na melhor fase da sua vida sem pensar nesse amigos, ou nesses amigos, não dá pra lembrar das coisas mais divertidas que fez, sem se lembrar dele, porque em todas ele estava lá.

Espero que todos vocês tenho amigos como eu tenho, que não dá pra separar de mim.

Beijinhos

Liik!