quarta-feira, 19 de junho de 2013

Um pouco sobre mim.

Oi galera.
Sei que o blog tá meio abandonado mas, eu não esqueci vocês não. O fato é que tive uns problemas aqui e tenho que resolvê-los ainda mas, vou parar de deixar vocês abandonados aqui.
A postagem de hoje se chama "Um pouco sobre mim" porque é sobre isso que eu quero falar *pra variar não é*. Hoje eu quero falar um pouco sobre mim.
O mais importante são os seguintes fatos: Tenho 17 anos, sou baixinha e estou acima do meu peso ideal. Eu não tenho muitos problemas com isso, só com o fato de ser baixinha. O problema é outras pessoas tem muitos problemas com isso. Sim, pra mim esse é um grande problema, não porque preciso da aprovação dos outros mas, porque os meus pais, sim os meus PAIS, estão me obrigando a fazer acompanhamento médico para mudar isso, o meu peso. NÃO, eu NÃO quero emagrecer, eu NÃO quero ser igual aquelas modelos magérrimas que acham que são bonitas, NÃO quero ser magra, NÃO quero que o mundo só veja qualidades em mim porque sou magra, eu NÃO QUERO me decepcionar com as pessoas porque descobri que elas só me acham "gostosa" ou coisa parecida, EU NÃO QUERO. Eu não tenho preconceito com as pessoas que são magras ou que preferem emagrecer, pelo contrário, estou do lado delas, quero o bem delas, quero que elas consigam alcançar seus objetivos, EU QUERO que elas sejam tudo o que desejam mas, EU não quero isso pra mim. Vocês devem estar pensando: "Que garota louca! É gorda, tem oportunidades de emagrecer e não quer! Qual o problema dela?" Durante muito tempo, eu quis isso também mas, hoje, isso não é importante pra mim. Importante pra mim, é me formar, trabalhar e ter meu dinheiro, eu sonho em ser bonita *não que eu me ache feia mas, também não sou perfeita* e às vezes até magra, sim magra, mas, eu quero ser feliz sem depender disso, eu não quero ter que contar as calorias de tudo o que eu como ou bebo, eu não quero ter que viver em academias porque preciso dos exercícios pra continuar no peso ideal, não quero não ter mais o direito de comer o que eu gosto, beber o que eu gosto, fazer o que eu gosto. Eu simplesmente não quero mais ter que me preocupar com isso. Queria que as pessoas me aceitassem e quando elas me aceitaram, meus pais resolveram não me aceitar mais, resolveram achar melhor que as pessoas me aceitem porque eu sigo um padrão de beleza que não faz jus a todas as pessoas do planeta. Às pessoas que criaram esse padrão, eu só quero deixar um recado: Por causa de vocês, pessoas são infelizes e eu estou infeliz porque me aceitei diferente desse padrão e pessoas querem que eu me encaixe em um padrão que não desejo me encaixar, pessoas que querem se encaixar sofrem de doenças alimentares * sei lá se esse é o nome*, pessoas morrem porque querem se encaixar nesse padrão, pessoas sofrem porque não querem se encaixar nesse padrão, o mundo está doente por causa de um padrão de beleza e não culpo as pessoas que seguem esse padrão mas, sim as pessoas que criaram esse padrão. E vocês pessoas que são magras e lindas e se sentem bem com isso, eu não tenho um problema com vocês, eu amo vocês *pode dizer que sou louca, já que amo todo mundo* e quero que vocês continuem assim, desde que estejam felizes, e vivam assim, felizes mas, eu não quero ser assim, porque eu preciso ser feliz do meu jeito e não do jeito que as outras pessoas querem.

Pessoas, eu AMO MUITO VOCÊS!! AMO DEMAIS MESMO!! Obrigada por lerem aqui.

Beijinhos
Liik